quarta-feira, setembro 29, 2010

OLÉ

(Madrid) De novo aqui nesta terra. Desde a última vez que cá estive muita coisa aconteceu. A Espanha sagrou-se campeã do mundo de futebol. Quem diria? O Alonso já ganhou umas corridinhas. O desemprego cresceu mais um pouquinho.
Estar aqui é mais agradável do que estar na Alemanha. Os Alemães são todos uns chatos. Estão sempre com aquelas conversas de alemães que por serem o que são, são pontuais e isto e aquilo, e muito rigorosos e blá blá blá. Que gente aborrecida! Só tinha vontade de me levantar e ir embora. Para esses louros do Norte da Europa não passamos de um bárbaros. Uns selvagens sem salvação. E esta postura desta gente de pele descolorada que cheira a lixívia mexe-me com os nervos. O fato de ser português não me faz usar as bermas como se fosse uma faixa de rodagem. Por ser português não sou necessariamente corrupto. Não gosto de parar o carro em segunda fila. Não estaciono em cima do passeio. Não sou do Benfica. Nunca votei em Alberto João, nem em Isaltinos, nem em Valentins. Não tenho barriga de cerveja nem uso bigode. Não sou nenhuma dessas coisas mas não sou menos português por isso. Não vale a pena tentar explicar isso a um alemão. É tempo perdido.
Deixem-me falar da Espanha antes de terminar. Amanhã (hoje) é greve geral. O país vai parar por completo. Segundo a imprensa não acontecia uma coisa assim desde 2002. Eu acho bem que pare. Não só a Espanha mas o mundo todo deveria parar. O mundo está a ficar chato. Está a ficar mais alemão do que nunca. Tudo tem de ser perfeito, eficiente e politicamente correto. Não há paciência.

quinta-feira, setembro 23, 2010

QUER O MEU QUEQUE?

(Dusseldorf) Cá estou eu no país modelo europeu. O país mais rico da Europa. Um paraíso para qualquer ser humano que goste de si próprio e dos seus. Por aqui também se ouve falar português. Acabam de passar dois brasileiros e um estava a perguntar ao outro: Você moraria aqui na Alemanha outra vez? O outro responde, Eu!? Não!!! Mas nem pagando. Cara, mas pera aí agora seria com família e tudo. O outro continua na mesma onda: naummmmmmm. E desapareceram no corredor do aeroporto de Frankfurt sem me dar tempo de entrar na conversa. Ora bolas, agora fiquei confuso. Isto não é um paraíso? E toda a gente gostaria de morar no paraíso não é?

Hoje, pela primeira vez mandei um SMS dentro de um avião, a uns dez mil metros de altitude. Vai-me ficar na memória esta viagem de avião Lisboa Frankfurt. Muitas perguntas na minha cabeça. Quantas antenas existirão dentro do avião? Será só uma célula ou haverá, por exemplo, uma célula na parte de trás do avião e outra na parte da frente? Quantas frequências? Se existir mais de uma célula então será possível fazer handover a dez mil metros de altitude. Está o leitor a perguntar o que é um handover? Handover é quando o telemóvel muda de célula sem afetar a chamada. É uma funcionalidade muito importante em rede celular já que a mobilidade é o objetivo e a razão de existir da rede móvel.

O telemóvel identificava a célula como On Air. Se não estou em erro é o nome da companhia que lançou esta possibilidade de fazer chamadas em aviação comercial. Continua a haver restrições na ligação dos móveis nas descolagens e nas aterragens.

A ligação deve ter o mesmo tarifário do roaming mas a mensagem de apresentação do serviço não especifica os preços praticados:

De TAPMobile
Welcome aboard! Be connected with TAP's inflight mobile service & don't forget to dial + or 00 with full international numbers. Have a nice flight!!

Não foi só a primeira vez que mandei um SMS dentro de avião em altitude de cruzeiro. Também foi a primeira vez que um vizinho meu de viagem ofereceu-me o seu queque, já que ele não ia comê-lo. Simpático, não? Se todas as vezes que não comêssemos o nosso queque o déssemos a quem precisa o mundo seria certamente um mundo melhor. Não acham? Eu não comi o queque dele. Respeitosamente recusei. Um queque chega muito bem para o meu bucho.

A imagem é do meu telemóvel fora de moda. Foi tirada quando entramos pela costa francesa adentro, vindos do Golfo da Biscaia.

domingo, setembro 19, 2010

PORTO SANTO - ER111

PORTO SANTO

(Lisboa) Na estrada ER 111. Não sei se esta estrada, de onde tirei esta foto, tem outro nome. É a marginal do Porto Santo que percorre toda a praia. Ao fundo, na imagem, apontada pelo ramo da jovem palmeira, o Ilhéu de Cima.

sábado, setembro 18, 2010

FÁBRICA SANTO ANTÓNIO


(Lisboa) Esta é a Fábrica Santo António. Aqui produzem-se vários produtos alimentares. Andei à procura de uma página na Internet desta fábrica. Não encontrei. É verdade que parece que o que não está na Internet não existe, mas existe. Ainda falta colocar muita coisa na Internet. A Fábrica Santo António foi fundada em 1893 mas também não aparece no Elucidário Madeirense.

quarta-feira, setembro 15, 2010

MARINA DO FUNCHAL

MARINA DO FUNCHAL

(Lisboa) A Marina do Funchal. Uma porta de entrada na Ilha. Hoje já existem mais marinas na Madeira, esta foi a primeira.

domingo, setembro 05, 2010

AYRTON SENNA EM FILME


(Lisboa) Descobri ontem no YouTube. Espero que passe cá em Portugal, nos cinemas ou mais tarde, na televisão. O sítio oficial: http://senna-movie.jp/.